09 janeiro, 2011

Believe in me.



Eu te amo!
 Sei que não acredita em mim, mas também sei que é a verdade mais pura, mas ingenua e mais entregadora que já contei pra alguém. Eu te quero e quero que você me tenha... E você diz que eu estou fazendo um show com a nossa amizade? Ah... Mas estou mesmo, me desculpe, eu sou criança, sou infantil e não sei perder, sou mimada e acho que as coisas tem que estar aí pra mim, e se eu faço um show com a nossa "amizade" é porque não a quero, eu a desprezo, prefiro ter o seu ódio do que sua amizade, porque ao menos o ódio anda de mãos dadas com o amor... 
Já sofri muito por não ter o que queria, já chorei muito pela dor que sentia, não quero sofrer por você também, mas já é meio tarde pra tentar fugir do que sinto... eu já me entreguei, já tô na sua, já entrei no seu jogo.
Eu vou correr atrás, vou fazer de tudo, até do impossível tornarei possível pra te provar que te amo, e eu sei, eu sei que você ainda me ama, que ainda gosta de mim... Eu quero tentar, quero tentar e quero fazer dar certo, fazer funcionar, porque não há nada que possa nos impedir... 
Não quero te magoar, não quero te machucar, não vou fazer você sofrer de nenhuma maneira, porque eu te amo, e ás vezes acho que quem vai sair machucada por tentar se envolver em um relacionamento com você sou eu... Me disseram que você realmente não me conhece por dizer que eu te farei sofrer, é... você não conhece, não faria uma mosca sofrer, sou tola, tola demais, se eu sinto falta, eu corro atrás, eu te quero aqui, agora e comigo, pra sempre e quer saber? Nem ligo para os perigos, porque você acreditando ou não, eu te amo.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário